As pessoas estão cada vez mais em busca de qualidade de vida e bem-estar. Para isso, procuram consumir alimentos mais saudáveis e praticar exercícios físicos.

A alimentação é uma das primeiras mudanças a serem feitas quando se deseja ter mais saúde ou redefinir o corpo. No entanto, um fator que gera dúvidas nessa hora é se devemos seguir uma dieta ou optar pela reeducação alimentar.

Muita gente não sabe a distinção entre reeducar os seus hábitos alimentares ou ter uma dieta para seguir à risca. Sendo assim, trouxemos este post para explicar em quais pontos elas se diferenciam e qual é melhor para cada caso.

Quer saber mais? Então, acompanhe!

Qual é a diferença entre reeducação alimentar e dieta?

Enquanto a reeducação alimentar tem como objetivo ensinar hábitos alimentares mais saudáveis, a dieta pode ser mais rigorosa e restritiva, veja:

Reeducação alimentar

Nela, nenhum grupo de alimento é excluído, dando prioridade aos mais saudáveis, como frutas, verduras, legumes, ovos e carnes magras, evitando os prejudiciais à saúde, como doces, guloseimas, refrigerantes, gorduras e produtos industrializados.

Além disso, deve-se comer de três em três horas em pequenas porções para que não haja exagero nas refeições.

Dieta

As dietas, geralmente, excluem um ou mais grupos de alimentos, como, no caso da dieta de emagrecimento criada pelo Dr. Atkins, em que somente as proteínas e gorduras são permitidas, ficando de fora os carboidratos.

Elas têm fins terapêuticos, como redução de colesterol, emagrecimento, ganho de massa muscular, controle do diabetes etc.

Devemos tomar cuidado é com as dietas altamente restritivas e que não têm embasamento científico nenhum, como as dietas do leite, das frutas, da sopa, entre outras.

Para quem são indicadas?

A reeducação alimentar pode ser feita por qualquer pessoa que não tenha restrição alimentar.

Já as dietas devem ser orientadas para as necessidades de cada pessoa, como no caso de doenças que tenham limitações alimentares ou no emagrecimento e no ganho de massa magra.

Quais são as vantagens e as desvantagens de cada uma?

Em ambas existem vantagens e desvantagens:

Reeducação alimentar

A sua maior vantagem é criar o hábito de consumir alimentos saudáveis e permitir comer de tudo, desde que seja com moderação. Sendo assim, a pessoa aprende a se alimentar de forma adequada para o resto da vida.

Já a desvantagem é a dificuldade de algumas pessoas de ter equilíbrio e exagerar em alimentos que devem ser consumidos em pouca quantidade.

Dieta

As dietas devem ser vistas como tratamento para doenças, perda de gordura corporal e obtenção de massa muscular. No entanto, algumas são feitas sem orientação médica ou nutricional, colocando a saúde em risco.

Como ter sucesso?

Em ambas, é extremamente importante ter sido prescrita e supervisionada por um nutricionista. Somente esse profissional é capaz de garantir que a alimentação seja personalizada de acordo com o perfil do indivíduo, com os objetivos e com as necessidades nutricionais.

Além do mais, o segredo para ter sucesso é manter o foco, pois nem a reeducação alimentar nem nenhuma dieta são fáceis de seguir no começo, já que mudar a rotina pode ser uma tarefa árdua.

Ficou interessada e quer saber mais sobre alimentação? Então, baixe o nosso e-book sobre alimentação saudável!

Escrito por Academia Nadarte