periodização do treino

A estagnação dos resultados é uma reclamação bastante comum entre as pessoas que praticam musculação. Isso acontece especialmente com aqueles que, por terem uma única meta ou por não buscarem conhecimentos sobre esse tema, não fazem uma periodização do treino.

Na verdade, por incrível que pareça, esse termo é relativamente desconhecido até mesmo entre algumas pessoas que treinam há muito tempo. Existem inclusive casos de pessoas que periodizam seus treinos, mas não sabem exatamente o que isso significa e quais são as práticas mais indicadas.

Quer entender melhor o que é e qual a importância da periodização do treino de musculação? Então acompanhe nosso post e tire todas as suas dúvidas!

O que exatamente é a periodização do treino?

Diferente do que muita gente pensa, periodizar não significa apenas dividir o treino em diferentes aparelhos ao longo do tempo ou modificar as séries. Na verdade, a periodização está relacionada principalmente à variação do tipo de estímulo dado a determinadas partes do corpo em certos períodos.

Em relação ao tempo, o mais indicado é organizar uma periodização anual, sendo que a definição da quantidade de meses ou semanas para cada tipo de estímulo e suas respectivas intensidades deve ser feita de acordo com os objetivos.

Por que optar pelo mesmo treino por muito tempo é uma prática ruim?

Para compreender a importância da periodização é essencial saber os motivos pelos quais fazer sempre o mesmo tipo de treino é prejudicial. A explicação para isso está no próprio corpo humano, que tem uma capacidade ímpar de se adaptar aos estímulos recebidos.

Ou seja, se alguém optar por passar um ano fazendo os mesmos exercícios, sempre na mesma intensidade, o corpo vai responder bem àqueles estímulos apenas nos primeiros meses. Depois, a tendência é que a musculatura não continue evoluindo no mesmo ritmo e ainda fique mais suscetível a lesões.

Como funciona a periodização do treino e como ela deve ser feita?

A intercalação de diferentes estímulos e intensidades variadas obriga o corpo a se adaptar a esforços “desconhecidos” frequentemente. Isso faz com que o sistema neuromotor esteja sempre respondendo a novos estímulos, o que lhe mantém apto à evolução permanente.

Em relação ao modo como a periodização deve ser feita, não se pode dizer que existe uma fórmula exata. Na verdade, o que importa é que o treino de musculação seja periodizado respeitando a condição física do praticante e de acordo com as suas metas.

Quais as vantagens de periodizar os treinos de musculação?

De maneira ampla, pode-se dizer que o maior benefício da periodização é fazer com que o corpo seja capaz de suportar e responder bem a grandes esforços, mas sem correr o risco de sofrer lesões.

Assim, mesmo sempre recebendo estímulos de alta intensidade, o que é excelente, por exemplo, para a hipertrofia, a musculatura não é prejudicada quando existe uma organização periódica dos treinos. A periodização também evita a fadiga, tão comum em pessoas que sempre trabalham a mesma parte do corpo.

Além disso, existe a questão estética, pois quem periodiza seus treinos consegue desenvolver a musculatura de maneira proporcional. Com isso, também melhora a força geral do corpo e a performance nos treinos fica cada vez melhor.

Existe um tipo de periodização específica de acordo com a meta almejada?

A resposta para essa pergunta é sim. Contudo, pode-se pluralizar a última parte, pois uma das grandes vantagens da periodização é a possibilidade de se alcançar vários objetivos em apenas um ano, por exemplo. Uma periodização bem organizada viabiliza, paralelamente, o ganho de resistência e força e gera hipertrofia e definição.

A variação dos estímulos e da intensidade depende tanto da condição física do praticante como dos resultados que ele pretende obter. Nesse sentido, é importante ressaltar que períodos de descanso são essenciais dentro de uma periodização.

Por todos esses aspectos, praticantes de musculação que fazem uma correta periodização do treino têm resultados muito mais efetivos e a ocorrência de lesões se torna muito menor.

Gostou do texto? Gostaria de ler mais artigos sobre o mundo fitness? Então, curta a página da Nad’arte no Facebook e tenha acesso a diversos outros conteúdos!

Academia Nadarte
Escrito por Academia Nadarte