Muitas pessoas adotam o dia do lixo para servir como um prêmio após uma semana inteira pautada por uma dieta mais rigorosa.

A ideia é, nesse dia, comer alimentos que você mais tem desejo, mas que oferecem pouquíssimos nutrientes e, que se inseridos no seu dia a dia, prejudicariam na certa os resultados.

Essa é uma forma de satisfazer algumas vontades “proibidas” durante a semana, mas que, nesse único dia, deixa-se o foco um pouco de lado.

Geralmente, frituras e alimentos gordurosos e cheios de açúcar são as opções mais comuns para rechear as 24 horas de “liberdade”.

Porém, é preciso ter cuidado com a maneira e frequência que essa dieta é praticada.

Entenda quais os prós e os contras, como pode ser feito sem prejudicar os resultados da sua dieta semanal e da prática regular de exercícios físicos.

Acompanhe!

Como funciona o dia do lixo?

O propósito desse dia é funcionar como uma válvula de escape para quem segue, rigorosamente, uma rotina de hábitos e alimentação saudáveis.

Dessa forma, as 24 horas escolhidas podem funcionar como uma “premiação” após dias seguidos sem alimentos gordurosos, frituras e açúcares.

A ideia de tirar um dia de folga e comer o que quiser — semanalmente ou mensalmente — e ainda assim conseguir emagrecer, é muito atrativa, principalmente para quem busca resultados mais rápidos.

Quais os prós e os contras?

O funcionamento desse comportamento, porém, não é apenas oferecer uma recompensa após uma árdua semana seguindo uma dieta restrita.

Ao separar um dia para se alimentar da forma que bem entender, é possível aumentar a taxa metabólica e ter uma regulação efetiva de alguns hormônios da tireoide, importantes para quem busca a redução de peso.

Além de servir como motivação para seguir uma alimentação mais saudável durante a semana, o dia do lixo, quando executado de forma correta e com acompanhamento, pode ser importante para os resultados.

Mas, nem tudo são flores. Cuidado com excessos!

É essencial se policiar para não aumentar a duração dessas 24 horas, pois, ingredientes como gorduras trans, óleos e glúten não saem rapidamente do seu organismo.

Como pode ser feito sem prejudicar os resultados?

É fundamental que, ao definir um dia do lixo, especialmente para quem está começando uma vida mais saudável agora, todo o processo seja acompanhado por um especialista em nutrição.

O nutricionista vai avaliar e monitorar como o seu corpo está respondendo à dieta e, o mais importante, se você está levando a sério os hábitos saudáveis durante os outros seis dias da semana.

Além disso, tenha bom senso e não force o seu corpo a nada!

Você precisa entender que o dia do lixo precisa estar associado a uma prática regular de atividades físicas.

Se você gostou das dicas, que tal curtir a nossa página no Facebook e conferir as novidades do blog em primeira mão?

Escrito por Academia Nadarte