Treinar musculação é o hobby preferido de milhares de pessoas que buscam mais saúde e bem-estar.

Entretanto, é preciso entender que para ter bons resultados nessa atividade é preciso que as variáveis sejam bem controladas.

O entendimento do seu biotipo, a carga utilizada nos exercícios e, até mesmo, o seu período de descanso (dentro e fora da academia) fazem a diferença na sua transformação estética e pessoal.

Saber como manipular esses fatores corretamente é essencial para quem busca avançar e evoluir nessa atividade que cada vez mais cresce no mundo inteiro.

Neste post, falaremos justamente sobre como você pode melhorar os seus treinos de acordo com os seus objetivos.

Pronto para saber mais sobre o assunto? Continue a leitura com a gente!

A relação do número de repetições com a carga utilizada 

Uma parte que sempre chama atenção dentro das academias é o peso utilizado em cada exercício.

Vale dizer que a carga deve variar de acordo com o objetivo pessoal de quem treina.

Pessoas que buscam hipertrofia — ganho de massa muscular — devem se exercitar com um número de repetições moderado, o que implica em um acréscimo no peso do exercício em questão. 

A forma de execução não pode ser prejudicada com a adição de peso.

O ideal é encontrar equilíbrio entre a intensidade e a prática da atividade para que a integridade das suas articulações seja preservada.

Em contrapartida, pessoas que apenas buscam o tônus muscular podem trabalhar com cargas mais baixas e um número de repetições um pouco mais elevado.

O interessante, para você que tem esse objetivo, é realizar treinos que irão favorecer um estímulo adequado para a tonificação da musculatura.

Diferente do que muitos imaginam, a utilização de cargas elevadas nem sempre produz maiores resultados no treino de musculação.

O profissional de educação física é o responsável por prescrever, orientar e supervisionar os seus treinos.

Portanto, é imprescindível que você procure o seu professor na academia para ter uma orientação sobre os pontos citados.

A importância do descanso entre as séries

Agora que você já sabe o básico sobre o número de repetições e a aplicação de carga em um exercício de musculação, chegou a hora de falarmos sobre outro fator vital para o seu sucesso: o descanso.

Certamente você já deve ter reparado que há um intervalo de tempo programado entre as suas séries e um intervalo de frequência de treino durante a semana para cada grupamento muscular.

Esses intervalos existem por causa de dois fatores: a sobrecarga da musculatura e a preocupação com o desempenho na atividade.

A sobrecarga da musculatura só é positiva quando controlada.

Em excesso, ela pode aumentar os riscos de lesão e, até mesmo, diminuir os seus resultados na musculação.

Por isso, o personal trainer adota períodos adequados de descanso de acordo com a sua individualidade biológica. 

Por meio de um treinamento elaborado por um profissional, você treina com mais intensidade e dentro do seu nível de recuperação individual.

A frequência de treinos que atrai ganhos

Saiba que o ganho muscular e a tonificação dos seus músculos só ocorrem no período de descanso, no espaço de tempo em que você está fora da academia.

Por essa razão é tão importante se alimentar de maneira saudável para conseguir maiores ganhos musculares.

Mais uma vez, o excesso não significa que maiores resultados acontecerão.

Encontre equilíbrio e estímulo adequados, aposte na constância para atingir os seus objetivos estéticos e de saúde.

O seu corpo agradece e certamente o caminho mais longo se provará o mais efetivo para a sua transformação pessoal.

Gostou do nosso post sobre treinar musculação?

Complemente a sua leitura com o nosso outro material sobre como ganhar massa muscular. Você não vai se arrepender.

Escrito por Academia Nadarte