tratar a depressão

Ter depressão não é o fim de tudo! É uma doença preocupante, mas que pode ser curada com alguns cuidados. Por isso, neste post, você vai entender o que causa e como tratar a depressão.

Vamos apontar algumas formas de combater essa doença, seja com o uso de medicamentos antidepressivos, ou de consultas com psicólogo e psiquiatra, além de mostrar que a atividade física é indispensável nesse processo.

Assim, você vai entender os benefícios que os exercícios físicos realizam no corpo e na mente, e aprenderá outras práticas que somam no combate a esse mal.

Se você ficou interessado, continue a leitura para conhecer mais sobre a depressão e saber como tratá-la!

Quais são as causas da depressão?

Tanto os fatores biológicos quanto externos podem ocasionar a depressão. Observe alguns deles:

  • uso de drogas e álcool:
  • solidão;
  • traumas psicológicos;
  • disfunções hormonais;
  • diagnóstico de doença grave.

Como combater a depressão?

A depressão é uma doença mental grave, mas que pode ser curada se houver o tratamento adequado.

Existem inúmeras ações que desenvolvem a mente para a cura e o bem-estar, como praticar a relação interpessoal e entrar em contato com a natureza.

Participar de programas sociais e rodas de conversa de tratamento psicológico, cultivar um jardim, praticar meditação e estimulação magnética transcraniana, são outros exemplos.

A seguir, veja mais algumas práticas para curar a depressão.

Medicamentos antidepressivos

Assim que a depressão é detectada pelo profissional e constatada a sua gravidade, é necessário medicar o paciente.

Os antidepressivos são remédios que repõem os neurotransmissores no cérebro, como a noradrenalina, a dopamina e a serotonina. Por isso, seu uso é indispensável.

Esses remédios são receitados dependendo do nível da depressão, que pode ser de moderada a grave. O tempo de tratamento pode variar de 2 semanas a anos, conforme a intensidade da doença.

O tratamento deve ser realizado com muita disciplina, pois a desobediência pode tornar a doença crônica.

Acompanhamento com psiquiatras e psicólogos

O tratamento da depressão deve ser sempre acompanhado por um psicólogo ou psiquiatra, pois a parte mental e emocional precisam ser reorganizadas.

Esse acompanhamento orienta a pessoa a se conhecer melhor, para aprender a resolver os seus conflitos e as suas dificuldades emocionais.

As sessões com um psicoterapeuta podem ser realizadas 2 vezes na semana ou mais, dependendo da necessidade de cada pessoa.

Quais são os benefícios das atividades físicas para tratar a depressão?

A prática regular de exercícios físicos é um dos meios mais eficazes de prevenir e curar a depressão. Entenda melhor, a seguir.

Benefícios para o corpo

Segundo uma pesquisa do Conselho Federal de Educação Física (CONFEF), a atividade física tem efeitos positivos em pessoas com depressão grave.

Exercitar-se eleva o colesterol bom (HDL) no sangue e diminui a taxa de açúcar, prevenindo o diabetes, a osteoporose, as doenças cardíacas e alguns tipos de câncer.

A atividade física melhora o sono, diminui o cansaço e o estresse, fortalece o sistema imunológico, causa vitalidade e vigor, entre outras vantagens.

Obter o hábito de uma alimentação balanceada ajuda no equilíbrio do corpo e da mente. O acompanhamento de um nutricionista nesse momento do tratamento é muito válido.

É interessante escolher uma academia que ofereça diversas modalidades de exercícios físicos, assim como exames físicos, instrutores capacitados e consultas com nutricionistas.

Benefícios para a mente

As atividades físicas são responsáveis por proporcionar o bem-estar mental, pois o organismo produz hormônios que tratam a depressão.

Por exemplo, a endorfina — reconhecida como o hormônio da alegria — alivia as dores e causa bem-estar, enquanto a dopamina tem efeitos analgésico e tranquilizante.

Para obter os melhores resultados dos exercícios físicos, eles devem ser realizados de 2 a 4 vezes na semana, com ritmo de 120 a 140 batimentos cardíacos por minuto.

Como vimos, conhecer as causas da depressão e saber identificá-la é determinante para procurar um médico especialista. Após ser diagnosticado e medicado, é preciso realizar o tratamento com disciplina.

O acompanhamento com um psicólogo e um psiquiatra também vão ajudar a harmonizar a mente. Além disso, a prática de atividades físicas também é muito importante, pois proporciona a socialização e melhora os aspectos físicos e mentais.

Realizando esse conjunto de ações, você ficará livre da doença e ganhará em qualidade de vida.

Agora que você já sabe o que é e como tratar a depressão, aproveite para compartilhas essas informações em suas redes sociais!

 

Academia Nadarte
Escrito por Academia Nadarte