O Carnaval está se aproximando e esse é mais um daqueles períodos do ano em que manter o foco, uma rotina de alimentação equilibrada e a prática regular de exercícios físicos se torna um desafio ainda maior.

Além disso, o medo de exagerar nas bebidas ou em alimentos pouco nutritivos e, consequentemente, atrapalhar em poucos dias os ganhos conquistados com tanto suor e esforço no decorrer de um período maior ficam martelando na sua cabeça?

Pode ficar tranquilo, estamos aqui para te ajudar!

Continue a leitura para conferir como deve ser sua alimentação no Carnaval, algumas opções de lanches e outras dicas para você “sobreviver” à folia!

1. O que comer antes de sair para os blocos?

Já sabe quais em blocos vai sair? Ótimo! Essa é a parte fácil, o difícil é organizar a sua alimentação. Tente se planejar para comer em intervalos de três em três horas.

Foque na ingestão de carboidratos, como pães e massas, dando preferência aos integrais — eles vão garantir energia para o seu corpo, além da sensação de saciedade.

Por exemplo:

Você vai a um bloco às 13h? Acorde, tome um café da manhã às 9 h reforçado com carboidratos — como pães integrais e frutas — para garantir disposição e vitaminas para o restante do dia.

Almoce às 12h combinando uma proteína magra — pode ser um peixe — com uma massa — um macarrão integral, por exemplo.

Com a barriga cheia e o corpo repleto de nutrientes e energia, você está “livre” para outra refeição até as 15h — e aí é o momento de usar a sua criatividade.

Mas não se preocupe que preparamos algumas sugestões para você!

2. O que levar para a sua alimentação no Carnaval?

O cenário ideal seria levar frutas ou até mesmo sanduíches para garantir uma boa alimentação no Carnaval. Porém, nem sempre é prático ou possível levar o lanche para o bloco.

Banana, maçã, castanhas ou frutas secas são opções práticas e nutritivas, que cabem em uma bolsa pequena e podem ajudar a matar a fome sem comprometer a sua dieta.

Não vai conseguir levar nada para as ruas?

Tudo bem, mas evite comer alimentos gordurosos ou frituras — os mais comuns em blocos — e procure por sucos e sanduíches naturais ou opções com carnes magras, como frango e atum.

Outro ponto importante para ficar atento no Carnaval é a hidratação. Água é fundamental para não sobrecarregar o seu corpo.

Mesmo saindo um pouco de uma rotina mais equilibrada, não se esqueça de hidratar o seu corpo constantemente. Entre uma latinha de cerveja e outra, tente beber um copo de água.

3. Como se recuperar para enfrentar o dia seguinte?

Passou um pouco do limite no álcool ou nos alimentos pouco nutritivos?

Ao chegar em casa, procure comer ovos ou atum, duas fontes ricas em proteínas — que perdemos quando nosso corpo entra em contato com o álcool — e, na manhã seguinte, repita o café da manhã reforçado para aumentar a sua disposição antes de enfrentar outro dia de excessos.

Como ressaltamos, água é muito importante para resistir aos festejos, mas também já pensando na recuperação para o dia seguinte. Aliar o líquido ao gengibre em um chá, por exemplo, é uma opção para acelerar a recuperação.

Apenas o fato de você não deixar o seu corpo desidratar, já é uma forma de se preparar para o próximo dia.

Mostramos ao longo do texto algumas opções de alimentação no Carnaval e outras dicas importantes para aguentar a rotina puxada — e nem tão saudável — dos blocos e festas.

Além disso, destacamos o que você pode fazer para se recuperar e aguentar mais um dia de diversão.

Agora é só cair na folia seguindo nossas dicas para aproveitar ao máximo, minimizando os impactos em sua saúde.

Gostou do post?

Que tal compartilhar com seus amigos em suas redes sociais e ajudar mais pessoas com essas dicas para curtir melhor o Carnaval?

Escrito por Academia Nadarte