Começar uma dieta pode não ser uma tarefa fácil. Porém, com as atitudes corretas, você torna essa mudança mais tranquila e consegue fazer da alimentação saudável um hábito.

É fundamental se alimentar melhor para ter mais qualidade de vida e longevidade.

Então, se você quer ter tudo isso, mas ainda come mal, a gente pode ajudar.

Neste post, trouxemos seis dicas incríveis para iniciar um novo plano alimentar e, assim, ter mais saúde e bem-estar.

Continue a leitura e confira!

1. Procure um profissional

Muita gente acha que consegue começar uma dieta por conta própria, somente com as informações que pegam dos sites e das revistas.

O problema é que essas fontes fornecem um cardápio generalizado.

O correto é que ele seja personalizado, pois só assim seu corpo terá todos os nutrientes dos quais precisa.

Por isso, não hesite em consultar um nutricionista para prescrever um plano alimentar adequado, conforme seus gostos pessoais, sua rotina e suas necessidades nutricionais.

2. Evite as dietas radicais

Salvo prescrição do médico ou do nutricionista, as dietas radicais devem ser evitadas. Isso porque as restrições podem causar um efeito rebote.

Como elas são difíceis de serem mantidas, quando a pessoa sai delas tende à compulsão alimentar, as abandonam e voltam a engordar.

Esse processo vira um círculo vicioso: o temido efeito sanfona.

Mas, felizmente, é possível emagrecer e alcançar a boa forma de maneira equilibrada.

3. Mantenha o equilíbrio

Por falar em equilíbrio, ele é fundamental em todos os aspectos da nossa vida, inclusive na alimentação.

Não é uma boa ideia cortar de uma vez só todos os alimentos dos quais você gosta. Essa medida extrema pode causar ansiedade e desmotivação.

Portanto, converse com o seu nutricionista para fazer as adaptações necessárias e, aos poucos, mudar os seus hábitos alimentares.

4. Associe a dieta às atividades físicas

O fato é: o combo alimentação saudável + atividades físicas faz bem para a saúde e deixa o corpo em forma.

Além de todos os benefícios já conhecidos dos exercícios, eles também ajudam a controlar a ansiedade da mudança de hábitos alimentares.

Como eles fazem isso?

Ao promoverem a liberação dos “hormônios da felicidade”, que trazem a sensação de bem-estar e deixam a pessoa mais tranquila.

5. Varie o cardápio

É comum as pessoas desistirem pouco tempo depois de começarem uma dieta que se baseia em frango grelhado com salada.

Esse prato é bem saboroso, mas convenhamos que comer isso todos os dias é pedir para enjoar e perder a motivação.

Pensando nisso, mantenha o cardápio variado em alimentos saudáveis. Existem diversas receitas que são pouco calóricas e, ao mesmo tempo, muito gostosas.

6. Tenha um diário alimentar

O diário alimentar é ótimo para começar uma dieta, pois ele nos dá a real noção dos pontos em que acertamos e dos deslizes que cometemos.

Dessa maneira, fica mais consertar os erros e comemorar os acertos.

A ideia é escrever a sua alimentação diária, os exercícios e, até mesmo, colar fotos de incentivo.

Viu como começar uma dieta não precisa ser sinônimo de sofrimento?

Basta ter foco e disciplina para transformar os seus hábitos alimentares e desfrutar de uma vida mais saudável.

E então, quais são as suas maiores dificuldades quando o assunto é dieta?

Conte nos comentários para que a gente ajude você a superá-las.

Escrito por Academia Nadarte